Urna indígena de cerca de 1.500 anos é encontrada em MG

Peça foi encontrada durante preparo da terra para plantio de milho em fazenda.
Arqueólogos da UFMG estão no local e devem terminar as escavações nesta quarta-feira

A descoberta de uma urna funerária em uma fazenda em Iguatama (MG), na terça-feira (23), pode revelar um pouco da história do povo indígena no estado. Arqueólogos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) acreditam que o objeto tenha cerca de 1.500 anos. Os pesquisadores estão no local para analisar o objeto.

A cerâmica é parecida com um grande pote e foi encontrada quando funcionários com tratores preparavam o solo para o plantio de milho, que foi paralisado. Por pouco a urna não foi destruída. Pedaços da tampa foram quebrados. A peça tem cerca de um metro de diâmetro. Dentro há vários ossos.

O fazendeiro Mardônio Gonçalves ligou para a UFMG e pediu a presença de arqueólogos para analisar a descoberta. A retirada da peça do local deve ser concluída nesta quarta-feira (24). Durante novas escavações, os pesquisadores encontraram peças que se parecem com machados.

Os arqueólogos aguardam autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para interditar a área.

Aldeia indígena

Além da urna, foram encontrados nas proximidades do local da descoberta, vários fragmentos de cerâmica. Para os arqueólogos, isso reforça a suspeita de que havia no local uma aldeia indígena.

* (Com informações do Megaminas.com e da TV Integração)

Fonte: Sitio G1

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s