Terra sem Mal

As migrações dos Guarani Mbyá, em direção ao mar, estão ligadas à procura da Terra sem Mal. Eles buscam a terra prometida (Yvi Mara Ey) neste mundo ou em um paraíso mítico além da Terra. Para os índios Guarani de Bracuí, há três possibilidades para a identificação deste local: depois do mar, no céu ou no Paraguai (centro da terra).

O mar ocupa um lugar central na tradição Mbyá. Ao mesmo tempo que ele é um obstáculo para o Guarani transpor e atingir o paraíso – o ponto de chegada-, é , nas suas proximidades, que o destino desse povo pode se realizar. A predileção dos Guarani Mbyá pela Serra do Mar – ao invés da orla, como os antigos Tupi – adquire uma significação especial para esses índios devido ao mito de origem da terra. Ela é o “dique do mar”.

Os Mbyá pertencem à família Tupi-Guarani do tronco lingüístico Tupi. Habitam o Uruguai, Paraguai, Argentina e os estados do Sul do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul).

Bibliografia:
. LADEIRA, Maria Inês Martins, AZANHA, Gilberto. Os índios da Serra do Mar, a presença Mbyá-Guarani em São Paulo. CTI, São Paulo: Novo Stella Editorial, 1988.
. LITAIFF, Aldo. As divinas palavras: identidade étnica dos guarani – Mbyá. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1996.

Anúncios