Morte de Indígena em Sapucaia: vereador tem prisão decretada

A Polícia Civil de Coronel Sapucaia decretou a prisão preventiva do vereador Daniel Lescano (PDT), acusado de ser o mandato do assassinato do agente de saúde e líder indígena Alcindo Marques (61 anos). O crime ocorreu na noite de quarta-feira (7 de novembro), no interior da aldeia Taquapery, local onde residia a vítima e em que Lescano ocupa o posto de capitão.
De acordo com o site A Gazeta News, o autor do homicídio é o também indígena Lousinho Lescano (22), que foi preso e confessou o crime. Ele afirmou que recebeu R$ 140 do vereador para cometer o crime. As autoridades deram início às investigações e, nesta tarde, decretaram a prisão de Daniel Lescano.
Marques foi assassinado com uma facada no peito. O autor do crime foi detido pelos indígenas e encaminhado na quinta-feira (8) à Polícia Militar do município. O crime teria motivações políticas, uma vez que a vítima e Daniel Lescano seriam adversários. Quando foi divulgada a hipótese de que o vereador seria o mandante, também foi levantada a possibilidade de que estariam tentando o incriminar.

Humberto Marques

 

Fonte: http://www.campogrande.news.com.br


Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s