Funasa intensifica vacinação nas aldeias do Mato Grosso do Sul

 

Funasa intensifica vacinação nas aldeias do Estado

A cobertura vacinal nas 72 aldeias de Mato Grosso do Sul hoje atinge quase cem por cento em crianças menores de cinco anos de idade, de acordo com o DSEI – Distrito Sanitário Especial Indígena. O trabalho das equipes multidisciplinares de saúde da Funasa vai além das campanhas periódicas promovidas nas aldeias.

 

Para garantir este índice de imunização, os dados sobre cada criança e adulto vacinados são cadastrados no programa SIASI – Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (que passou a ser utilizado para esta finalidade desde 2005). Este programa contribui para a busca de faltosos, ou seja, periodicamente é gerado um relatório das pessoas que não comparecem para a vacinação, e estas são procuradas em suas casas pelo Agente Indígena de Saúde (AIS) para que possam receber as vacinas pendentes.

Desde o início desta semana teve início nos Pólos de Iguatemi, Amambaí, Antônio João e Caarapó o rastreamento vacinal de adultos, principalmente de mulheres em idade fértil e adolescentes, para atualização do cadastro (SIASI) determinando a quantidade exata de índios que estão com vacinas atualizadas e já possuem carteirinhas.

Caso não tenha o documento comprovando as doses aplicadas, é iniciado novo esquema vacinal devidamente registrado no SIASI, para que haja continuidade na assistência à saúde. Ao todo, 20 aldeias da região sul do estado ocupadas pelas etnias Guarani-Kaiowá, receberão doses regulares de vacinas cumprindo o calendário previsto pelo Ministério da Saúde para imunização das crianças, em conjunto trabalhando no cadastramento da real situação vacinal dos adultos, através do resgate de informações, e ainda da realização da segunda etapa do mutirão de vitamina “A”.

Serão intensificadas as ações até o início da próxima semana nas aldeias Cerrito, Acampamento Yvy katu, Porto Lindo, Sombrerito, Caarapó, Guira-Roka,Taquara, Jarará, Guaimbé, Rancho Jacaré, Campestre, Cerro Marangatu, Pirakuá, Kokue-y, Lima Campo, Amambaí, Limão Verde,Guassuty e Taquapery, localizadas nos municípios de Eldorado, Japorã, Sete Quedas, Antônio João, Bela Vista, Ponta Porã, Caarapó, Juti e Laguna Caarapã. Em Dezembro essas ações estão agendadas nos Pólos-Bases de Bonito, Bodoquena e Miranda, abrangendo mais 14 aldeias, com aproximadamente 7.800 indígenas das etnias Terena e Kadwéu.

 João Prestes

Fonte http://www.midiamax.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s