Cerca de mil índios disputam jogos no estado:Confira a programação do evento, as tribos participantes e os esportes que serão disputados

logo_jogos_indigenas_20071.jpg

Começa neste sábado a nona edição dos Jogos dos Povos Indígenas, que serão realizados nas cidades do Recife e de Olinda e contarão com a participação de cerca de mil índios, divididos em 40 etnias, de vários estados brasileiros. A abertura oficial do evento está marcada para as 17h30, na arena construída na praia do Bairro Novo, em Olinda. As competições serão realizadas no Geraldão, no campo da Torre e na própria arena.
Como o objetivo dos Jogos é evidenciar a cultura indígena e sua vivência, além de resgatar os esportes tradicionais e lúdicos praticados nas tribos. “Não vamos realizar um campeonato de índios. Nosso objetivo não é competir. Queremos educar o homem branco para lidar com os índios. Não viemos para competir, por isso digo que os Jogos reúnem três fatores essenciais: espiritualidade, cultura e jogos tradicionais. Se faltar algum desses pontos, não existem jogos”, comentou o presidente do Comitê Intertribal, Marcos Terena, que fez questão de lembrar o tema dos Jogos “Água é vida, direito sagrado que não se vende”.

Para a representante do Ministério dos Esportes nos Jogos, Cláudia Bolanume, o evento deve ser um marco na relação dos índios com a sociedade. “Queremos estreitar essa relação, sempre nos valendo do respeito mútuo. Todos precisam respeitar as vestimentas, a nudez, a cultura, as danças e o jeito de ser dos índios”.
Toda uma infraestrutura foi montada especialmente para o evento. O Geraldão foi adaptado para abrigar os cerca de mil índios e deixá-los como se estivessem em uma aldeia. Todos terão direito a cinco refeições, o que dá uma média de 40 mil quilos de alimento durante a competição.
Além disso, a arena foi montada com capacidade para duas mil pessoas, em todas as competições estarão presentes um médico, dois enfermeiros, dois auxiliares de enfermagem e um fisioterapeuta. A assistência médica será de 24 horas. O Ministério dos Esportes ainda vai contar com 250 voluntários e mais 50 organizadores, o que dá um total de 300 pessoas trabalhando diariamente com os índios.

Confira a programação do evento, as tribos participantes

e os esportes que serão disputados

Tribos:
Aikewara (PA)
Assurini do Xingu (PA)
Assurini (PA)
Bakairi (MT)
Bororo (MT)
Gavião Kyitatêje ou Parkatejê (PA)
Javaé (TO)
Kaingang (PR)
Kanela Ramkokamekra, Karajá (TO)
Kayapó (PA)
Krahô (TO)
Kuikuro (MT)
Matis (AM)
Manoki (MT)
Nambikwara (MT)
Paresi Halílti (MT)
Pataxó (BA)
Rikbaktsa (MT)
Suruwará (RO)
Terena (MS)
Tenharim (RO)
Wai Wai (PA)
Xavante (MT)
Xerente (TO)
Xikrin (PA)
Xokleng (SC-PR)
Pankararú (PE)
Pankará (PE)
Kambiuá (PE)
Kapinawá (PE)
Fulni-ô (PE)
Xucurú (PE)
Pipipã (PE)
Truká (PE)
Atikum (PE)
Tuxá (PE)
Copipe (PE)
Apoime (PE)
Povos canadenses e aborígines australianos.

Conheça as modalidades dos jogos indígenas:

Arco e flecha – Prova individual onde o competidor terá direito a três disparos para acertar o alvo que ficará a cerca de 30m de distância. Vence quem alcançar o maior número de pontos, que são diferenciados para cada parte do alvo.

Canoagem – Prova semelhante ao remo, disputada em dupla. Vence quem chegar primeiro na final do percurso.

Arremesso de lança –
Cada tribo pode escrever um atleta. Este terá direito a três arremessos. Vence quem arremessar a lança mais longe.

Cabo de força –
Cada tribo pode inscrever duas equipes, uma masculina e feminina, de dez pessoas e dois reservas. Vence quem conseguir puxar o cabo do adversário.

Natação – Cada tribo pode inscrever duas duplas, uma masculina e outra feminina. As regras são as mesmas da natação tradicional.

Corrida de 100m –
Cada tribo pode inscrever duas duplas, uma masculina e outra feminina. Serão realizadas etapas eliminatórias onde apenas s primeiros colocados passam para as finais.

Corrida de fundo – Número ilimitado de inscritos por tribo. Corrida com cinco mil metros de distância para homens e mulheres.

Corrida de Tora –
Cada tribo poderá inscrever uma equipe com 10 atletas titulares e três reservas masculinos. A disputa sempre será entre duas etnias no sistema de eliminatória simples até a final. Os competidores terão que dar duas voltas na pista montada na arena, carregando uma tora de madeira.

Futebol masculino –
Cada tribo pode inscrever 18 atletas. Os jogos terão as regras da CBF. As partidas terão dois tempos de 20 minutos, com cinco de intervalo.

Futebol feminino – Cada tribo pode inscrever 15 atletas. Os jogos terão as regras da CBF. As partidas terão dois tempos de 20 minutos, com dez de intervalo.

Veja a programação completa
Data, Hora e Atividades Local

23/11 (sexta-feira) 18h Cerimônia de Acendimento do Fogo Praia de Boa Viagem – Recife
20h Congresso Técnico Ginásio Geraldão – Recife

24/11 (sábado)
8h Futebol de Praia – Masculino Campo da Torre – Recife
8h Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
17:30h Abertura Oficial Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda

25/11 (domingo) 8h Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
8h Futebol de Praia -Masculino Campo da Torre – Recife
9:30h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
9h Abertura do Fórum Social Indígena A definir
16h Competição: Arco e Flecha (Eliminatória) Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
16h Demonstração: Corrida de Tora (Jãmparti), Jikunahiti, Kaipy, Hipipi e Lutas Corporais Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão – Recife

26/11 (segunda-feira)
8h Futebol de Praia – Masculino Campo da Torre – Recife
8h Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
9:30h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
9h Forúm Social Indígena A definir
16h Competição: Arremesso de Lança e Cabo de Força (eliminatórias) Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
16h Demonstração: Zarabatana, Ronkrã e Peikrã.Arco e Flecha (Eliminatória) Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão

27/11 (terça-feira) 8h Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
8h Futebol de Praia – Masculino Campo da Torre – Recife
9h Fórum Social Indígena A definir
9:30h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
16h Competição: Arco e Flecha (final) e Corrida de Tora (eliminatória) Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
16h Demonstração: Luta Corporais, Kagót e Katulaywa Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão – Recife

28/11 (quarta-feira)
8h Futebol de Praia – Masculino Campo da Torre – Recife
8h Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
9h Fórum Social Indígena A definir
9:30h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
16h Competição: Corrida de Velocidade (100 metros) Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
16h Demonstração: Corrida de Tora, Akô, Peikrã e Jikunahiti Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão – Recife

29/11 (quinta-feira) 8h Natação e Canoagem Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
9:30h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão
15:30h Competição: Final de Corrida de Tora e Arremesso de Lança Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
15:30h Demonstração: Zarabatana, Peikrã e Katulaya. Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão – Recife

30/11 (sexta-feira)
8h Final do Futebol de Praia – Masculino Campo da Torre – Recife
8h Final do Futebol de Praia – Feminino Campo da Torre – Recife
9h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
15:30h Competição: Final de Cabo de Força. Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
15:30h Demonstração: Lutas Corporais Xinguanas, Kagót e Peikrã Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda
20h Apresentações culturais indígenas e regionais Ginásio Geraldão – Recife

1/12 (sábado) 8h Competição: Corrida de Fundo (5.000 metros) Ginásio Geraldão – Recife
9h Entretenimentos Culturais – vendas artesanatos, pinturas corporais Ginásio Geraldão – Recife
17:30h Cerimônia de Encerramento Arena – Praia do Bairro Novo – Olinda

Fonte: Redação do Pernambuco.Com

http://www.pernambuco.com

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s