JOGOS INDIGENAS: os deuses estavam em sincronismo com a união dos povos indígenas naquela noite¨

 

anfitriao-do-nonojogosindigenas-de-pernambuco.jpg

 

Ontem a noite de festa na cidade de Olinda – PE, onde deu início ao IX Jogos Indígenas diversas etnias
participaram da cerimônia de abertura Karajas(TO), Pankararu(PE), Kapinawá(PE), Pankará(PE), Kaiapó(PA), Xavantes(MT),Kaxinawá(AC), Terena(MS), Atikum(PE), Bakari(MT), Bororo Boe(MT), Fulni-ô,(PE), Manchineri(AC), Paresi Haliti(MT), Pataxó(BA), Xikrin(PA), Xokleng(SC).
A população pernambuca recebeu com aplauso e euforias os parentes , fato este de grande emoção para os povos presentes, a troca de energia entre os povos indígenas e não índios foi de extrema harmonia, a noite brilhava com estrelas no céu e mais a lua estava lá para confirmar que os deuses estavam em sincronismo com a união dos povos indígenas naquela noite, o homem e a natureza confraternizando.
os expectadore contemplaram a demonstração da etnia Terena com a Corrida do Tronco a qual a modalidade é para ambos os sexos com variação de peso, 120Kg para homens e 80 Kg para Mulheres.
O momento mais importante do evento e emocionante foi quando a tocha entrou na arena pela cacique ou cacica Dorinha (Pankarará-PE), aprensentou aos expectadores o fogo que ilumina a razão, união e solidificação dos povos.
Após todos os rituais presentes as etnias mostraram estar felizes e satisfeitos com a abertura.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s