ESTUDO DIFERENCIADO REAFIRMA CULTURA INDÍGENA

 

estudo-diferenciado.jpg

Povo Paresi Haliti desenvolve projeto educacional em parceria com o governo do Mato Grosso.
O Projeto “3º Grau Diferenciado”, voltado à cultura dos indígenas, tem como característica preparar profissionais que conheçam a cultura e possam ensinar em escolas das aldeias.

A etnia Paresi Haliti vive no município de Tangará do Norte, no Mato Grosso. Esse povo vive na reserva Vale Rio Papagaio com aproximadamente 1milhão e 400 mil hectares. Nessa área, o povo se divide em três sub-grupos: os Kaxíniti, na parte oriental, os Waimoré, na parte central e os Kozari, na área ocidental.
O pajé do Subgrupo Waimoré, Zekezoi Maike, afirma que estudar as duas líguas, ou seja, a língua portuguesa e a língua pareci é importante para defender a cultura de todo o povo. “É fundamental aprender a escrever a língua indígena para não deixar morrer nossa forma cultura”, disse o líder Paresi. Ele deu aulas na tribo durante dois anos e relata: “É necessário um método didático diferenciado para ensinar as duas línguas às crianças da aldeia”.
Evandro Paresi, jovem guerreiro de 18 anos, está cursando o terceiro ano do ensino médio e explica que a etnia já desenvolveu uma cartilha, com a língua indígena, que facilita bastante a forma de ensinar as crianças.
O jovem ressaltou que no seu povo vários índios já cursaram nível superior. “Na aldeia, tem parente formado em medicina, direito, farmácia e Engenharia Florestal”. O indígena ressaltou ainda que a aldeia precisa de índios formados em administração e contabilidade para ajudar no desenvolvimento da reserva. “Quero fazer administração e sei que assim posso ajudar muito meu povo”, afirmou ele.

 Foto:Marília França
Fonte:Anna Virgínia Cunha / Tenõde Porá UCB News
http://tenodepora.spaces.live.com 

 

Tenõdé Porã UCB News

Universidade Católica de Brasília – Comunicação Social – NUCLAM

Anúncios

Um Comentário

  1. Fernanda Seidel da Silva

    Olá, meu nome é Fernanda e gostaria de parabeniza-los pela linda reportagem que fizeram. Conheço essa etnia, conheço o Evandro, conheço também o cacique que é o Roni e varios outros da tribo. Devido a Festa Nacional do Índio que é realizada todo o ano na minha cidade, tive contato com várias etnias e isso me levou a cursa Pedagogia(estou no primeiro ano) para poder realizar meu sonho de trabalhar com eles. Muito obrigada pela informação, tenham certeza que ajudou muito na minha formação acadêmica. Obrigada!!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s