Líderes indígenas e Aracruz Celulose assinarão acordo na segunda-feira

Brasília – Lideranças indígenas Tupiniquim e Guarany Mbyá assinarão na segunda-feira (3), no Ministério da Justiça, um Termo de Ajustamento de Conduta com a Aracruz Celulose, para que a empresa possa retirar madeira das terras disputadas durante 20 anos.
Desde o último dia 27 de agosto, os índios conseguiram a posse definitiva da área na cidade de Aracruz, localizada 79 quilômetros ao norte da capital do estado do Espírito Santo, Vitória.
A permissão de retirada da madeira será uma forma de indenizar a Aracruz pelas benfeitorias realizadas nas terras indígenas Comboios e Tupiniquim, e ficou definida após negociações entre a empresa, lideranças indígenas, a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Ministério Público Federal (MPF).
O ministro da Justiça, Tarso Genro, participará da solenidade de assinatura do acordo, ao lado do presidente da Funai, Márcio Meira; da coordenadora da 6ª Câmara do MPF, a subprocuradora da República Débora Duprat; do diretor-presidente da Aracruz Celulose, Carlos Aguiar; e dos líderes indígenas.

Fonte:Débora Xavier / Agência Brasil
http://www.agenciabrasil.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s