Hiena Pataxó:A “fera” dos IX Jogos Indígenas espelha-se em Ronaldinho Gaúcho

Hiena Pataxóe e  Kurugugoe Bororo
que se espelham em Ronaldinho Gaúcho e Kaká, receberam ontem no pódio dos IX Jogos Indígenas de Recife/Olinda, a homenagem simbólica de artilheiros dos jogos, cada um com sete gols. Os times campeões do futebol foram os pataxó, feminino, do Tocantins; e os bororo,masculino, de Mato Grosso.
Embora tenham treinado em campo de chao  batido nas aldeias, e jogado em campo de areia no centro de Recife, as meninas da etnia pataxó deram um verdadeiro show de bola na disputa da  final, vencendo os umutina (Pará) pelo elástico placar de 7×0. A final  masculina também, com os Umutina, nao foi muito diferente, mas um jogo muito disputado. Quem levou a melhor foi a equipe dos bororo, que venceu por 3 X 0.  O público lotou a arena e participou ativamente da torcida.

A artilheira do time campeão foi Hiena Pataxó, considerada a “fera” do futebol, marcou quatro gols na final e 7 no campeonato. “Para os jogos, eu treinei nos fins-de-semana”. Além de ser o destaque da partida, ela ajudou sua equipe a conquistar seu primeiro campeonato nos Jogos Indígenas. Da sua aldeia, ela acompaha os jogos da seleçao, e se inspira, principalmente, em Ronaldinho Gaúcho.
O líder dos pataxó, Karkaju Pataxó, mostrou-se surpreso com os resultado das meninas índias, jà que vieram de várias aldeias. “Elas não treinam juntas. Cada uma joga em aldeias diferentes, portanto, não tinham entrosamento. Outro problema que enfrentamos é o campo, disse, essas meninas treinam em campo de barro”. Das 23 etnias Pataxó distribuídas pelo Brasil, apenas sete participaram da competição.
Segundo Karkaju, o jogo mais difícil foi contra os Xavantes, considerados os índios de constituiçao fìsica e ímpeto mais fortes do Brasil, pois “elas nunca haviam vencido essa equipe”.           Nas partidas profissionais, as atletas se concentram em  hotéis de categoría antes dos jogos decisivos para descansar e economizar energia.  Para as índias essa tática não funciona com as dsteminas e animadas meninas pataxó. “O forró no Geraldão foi o “esquente” do jogo de hoje. Fomos dormir às três horas da madrugada. Estamos aqui principalmente para nos divertir.” Certamente, o espírito dos jogos de futebol e também de todo o evento foi de pura diversão e celebração, disse Hiena Pataxó.

Fonte:Vinícius Loures / Tenõde Porá UCB News
http://tenodepora.spaces.live.com/

Tenõdé Porã UCB News

Universidade Católica de Brasília – Comunicação Social – NUCLAM

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s