Funasa/MS e governo firmam parceria para água potável

Funasa/MS e governo firmam parceria para água potável
Terça-feira, dia 01 de Janeiro de 2008 às 10:48hs

O governador André Pucinelli e o Coordenador Regional da Funasa em Mato grosso do Sul (CORE/MS), Flávio Britto assinaram termo de cessão de uso de equipamentos para a Fundação Nacional de Saúde.

Foram cedidos dois caminhões, uma perfuratriz e um compressor para perfuração de poços artesianos nas comunidades indígenas, quilombolas e assentamentos rurais.

“A meta da Funasa e Governo é garantir 100% de água potável aos assentamentos, comunidades quilombolas e às 72 aldeias do estado até o ano de 2010, contribuindo principalmente para melhoria no setor da saúde de oito etnias que atualmente compõem a segunda maior densidade populacional indígena do país com mais de 63.800 índios”, explicou o Flávio Britto.

Os equipamentos que foram adquiridos pelo Estado em 2000 através de recursos do FIS – Fundo de Investimento Social – pertencem a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) já foram entregues à Funasa hoje e começarão a ser utilizados através da perfuração de novos poços, na primeira quinzena de janeiro, dobrando a capacidade de atendimento da Instituição.

O governador ressaltou que “a Sanesul – Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul e Agraer – Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural estão à disposição da Funasa para auxiliar na elaboração de uma lista de prioridades para atender as comunidades que não possuem água potável e as que precisam de ampliação do benefício”, afirmou Puccinelli.

Representantes dos assentados, como a presidente da Associação Assentamento Nova Era (Campo Grande), Marlene Gonçalves e o presidente da Associação do Assentamento Nova Aliança (Terenos) Osvaldo pereira Coutinho, ressaltaram a necessidade da perfuração de mais poços nestas regiões. “Em Nova Era moram 60 famílias e desde que foi criado, há seis anos, não tem água. Até hoje buscamos água do rio com carriolas e carroças para encher tambores e baldes porque sem água ninguém vive, agora nossa realidade vai mudar,” afirma Marlene.

O presidente do Conselho Distrital indígena (Condisi), Fernando da Silva Souza agradeceu em nome dos representantes das comunidades indígenas de MS, a preocupação da Funasa e do governo em sanar o problema da falta de água potável nas aldeias.

“Essa iniciativa vai ajudar a reduzir os índices de mortalidade infantil e de doenças parasitárias, até 2010 estaremos mais estruturados”, resaltou Fernando.

Fonte: http://www.aquidauananews.com/index.php?action=news_view&news_id=119377

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s