CIVAJA PEDE SOCORRO PELA PERDA DE MAIS INDIOS NO VALE DO JAVARI

A nação indígena já existe há muito tempo, muito antes de
estarmos por aqui, entretanto seus direitos têm sido violados desde
o descobrimento. Estou enviando ao grupo algumas mensagens trocadas no
grupo Vale do Javari.

Informe 009/CIVAJA/2007
Site público http://groups.google.com/group/valedojavari
<http://groups.google.com/group/valedojavari>

O Conselho Indígena do Vale do Javari – CIVAJA informa que morre mais
uma criança indígena Mayuruna na Aldeia Lobo na calha do Rio
Jaquirana próxima a Fronteira do Peru e Brasil.

Completa 07 (sete) indígenas a óbitos no Vale do Javari. A
criança por nome Marta Mayuruna faleceu com (Quemia Megaloblasticas),
no dia 30/12, as 12h00min foi informado pelo cacique da Aldeia Waki
Mayuruna, que a criança estava sobre observação da enfermeira, foi
quando a enfermeira solicitou a remoção da mesma. E os parentes
não aceitaram porque não tinha condições mais de chegar com
vida e pediram que não fizesse removido, assim o logístico do DSEI
teve de cancelar a remoção atendendo a pedido dos familiares.

No dia 31/12, a coordenação do CIVAJA procuraram a coordenação
técnica do Distrito Sanitário Especial Indígena –
DSEI/JAVARI, a mesma informou a técnica de enfermagem estava
solicitando mais remoção para a outra criança Marubo na Aldeia
São Sebastião, com mesmo sintoma da referida criança que
falecida no dia 28/12. E tinha mais 02 (duas) crianças MAYURUNA na
aldeia Nova Esperança no rio pardo no médio rio Curuçá.
Informou ainda que no dia 30/12, foi removido via aéreo da aldeia
Maronal do alto rio Curuçá 03 (três) pacientes que se encontra no
hospital de Tabatinga no momento.

Diante dessa alarmante situação do vale do javari, a entidade
(AMAZONAS EXPEDIÇÃO) de apoio Humanitário disponibiliza médicos
ao CIVAJA, para apoio emergencial. Com isso, a organização
indígena está pedindo apoio da FUNASA e FUNAI para conseguir
insumos, como alimentação e combustível para trazer indígenas
até uma referência onde os médicos farão atendimento, mas
não conseguiu falar com presidente da FUNASA e FUNAI, bem como chefe
do Departamento de Saúde Indígena Em Brasília e o coordenador
regional da FUNASA em Manaus.

A missão está previsto começar dia 05 à 12 de Janeiro de
2008, e em seguida discutir a continuidade dessa experiências com os
órgãos parceiros.

Coordenação Executiva do CIVAJA.

Atalaia do Norte – AM, 31 de Dezembro de 2007.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s