Creuza Assoripa Umutina o respeito de todos indígenas de sua etnia

Esporte ajuda única cacique mulher do Brasil

BRASÍLIA – O espírito de guerreira e o sonho de trazer melhorias para seu povo, garantiu à Creuza Assoripa Umutina o respeito de todos indígenas de sua etnia. Admiração conquistada após vencer os Jogos Indígenas- categoria arco e flecha. Creuza sagrou-se a melhor atiradora – acertando três vezes consecutivas o mesmo alvo. A fama refletiu-se em votos nas urnas de um processo eleitoral que a elegeu em 2004, primeira mulher a ocupar o mais alto posto da aldeia, até então só ocupado por homens: o de cacique.

Ao substituir o ex-cacique Valdomiro Umutina, a vida na aldeia mudou. Creuza garantiu à única escola, 20 computadores ligados à internet. Uma parceria entre o governo estadual do Mato Grosso e prefeitura de Barra do Bugre, assegurou os ensinos de nível fundamental e médio. Abraçou o sistema de cotas para indígenas da Universidade Estadual do Mato Grosso (Unimat). Cinco estudantes estão concluindo curso de Letras e 10 indígenas formaram-se professores e retornaram à aldeia, onde ministram aulas nos idiomas Português e Pituquá.

Na área da saúde a aldeia Umutina está melhor atendida. Uma parceria com a Funasa garantiu atendimento médico in loco. Entre os serviços disponibilizados aos indígenas estão clínica geral, pediatria e odontologia. “Perdi meu dente da frente por causa de uma cárie. Agora estou tranqüila porque nossa cacique conseguiu levar até a aldeia o serviço de implante dentário”, revela satisfeita a estudante, Edilene Utina, 17, zagueira do futebol vice-campeã dos Jogos dos Povos Indígenas de 2007.

A cacique também levou energia elétrica e agora, nas ocas, existe televisão. Mas implantar uma administração moderna e levar benefícios para a aldeia, não foi fácil. Para obter o respeito dos homens e dar bom exemplo à tribo, Creuza se separou do marido. “Tive que cortar na própria carne e pedir a separação, porque meu marido bebia muito e dava péssimo exemplo à aldeia”, lamenta. “Sou a maior autoridade na aldeia. Como posso cobrar dos jovens que não se envolvam com o álcool se meu marido não dava o exemplo?”, questiona.

Esporte dignifica – Creuza Umutina sabe ler e escrever. Mesmo tendo parado os estudos na 5ª serie tem convicção de que a educação e o esporte dignificam o ser humano. “Moral e sabedoria aprendemos na escola, mas a saúde e o respeito conquistamos principalmente através do esporte. Se eu não fosse a melhor atiradora da aldeia, não seria respeitada pelos homens, e muito menos pelas mulheres, uma vez que o regime entre os povos indígenas é patriarcal e machista. Hoje estou feliz e casada com o meu trabalho”, revela.

Ascom – Ministério do Esporte

Fonte: http://imirante.globo.com/plantaoi/plantaoi.asp?codigo1=146968

Anúncios

  1. vanir

    Meu nome e vanir Sou negra, e minha mãe diz que meus antepassados vem da linhagede indios brugre,no entanto li esta materia da Cleuza mulher gerreira que sabe onde quer chegar e levar muitos do seu povo a ser guerreira como ela est
    a de parabéns. Se voces souber desta etnia envie para mim indio bugre gostari de saber mais a respeito. Hoje moro em São Gabriel da Cachoeira um municipio do Amazonas onde a etnia dos indios são tukanos povo maravilhoso.

  2. Ruth Almeida

    Olá!!!
    Sou estudante da UNICAMP (Universidade estadual de Campinas) e estudo, em conjunto com o Prof. Dr. Fernando de Tacca, as imagens da nação indígena Umutina.
    Gostaria de saber como entrar em contato em eles, pois um dos focos de minha pesquisa é a auto-imagem, ou seja, a imagem produzida por eles mesmos atualmente!!
    Existe algum contato diretamente com eles? Se nao, sabe de algum contato com alguém que tenha mais informações sobre isso??
    Aguardo breve retorno!
    Abraços,
    Ruth Almeida

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s