MPF/AC pede abertura de inquérito para apurar morte de indígenas

MPF/AC pede abertura de inquérito para apurar morte de indígenas

Há denúncias de que alguns hospitais são relegados a uma condição de
abandono e se encontram com leitos ociosos.

O Ministério Público Federal no Acre (MPF/AC) requisitou à Polícia
Federal (PF) a instauração de inquérito para apurar denúncias de
flagrante falta de atendimento médico aos índios em razão de alegada
discriminação racial. Foram consideradas matérias jornalísticas
veiculadas na imprensa local, que noticiou, inclusive, o falecimento
de três índios no estado, o que fere a proteção especial concedida
constitucionalmente e garantida pela União, por meio de suas
instituições, aos povos tradicionais da floresta.

Diante desses graves fatos, o MPF/AC, por meio de seu procurador-chefe
Marcus Vinicius Aguiar Macedo, tentou várias vezes, sem êxito, buscar
elementos informativos junto às entidades sanitárias acreanas. Há
denúncias de falta de atendimento aos indígenas não só nas unidades de
saúde pública do estado mas em seus hospitais públicos, como o
Hospital de Pronto-Socorro de Rio Branco. Também há denúncias de falta
de leitos nos hospitais em todo o estado. “Seria fundamental, nesse
sentido, a construção de novos hospitais ou mesmo tornar operantes
aqueles privados que estão localizados no estado e que hoje se
encontram em condições de abandono, como a Santa Casa de
Misericórdia”, exemplifica o procurador.

O MPF/AC requisitou à PF a tomada de depoimentos dos familiares das
vítimas e que sejam ouvidas, em sede policial, as autoridades competentes.

Fonte:
Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Acre

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s