Metodista realiza Pré-fórum de Assuntos Indígenas

A Universidade Metodista de São Paulo, por meio do Núcleo de Formação Cidadã, promove o Pré-fórum de Assuntos Indígenas nos dias 26 e 28 de março, a partir das 19h30, nos campi Vergueiro e Rudge Ramos, respectivamente. A idéia é preparar o público para o Fórum Permanente de Assuntos Indígenas que será realizado pela ONU, entre 20 de abril e 3 de maio, em Nova Iorque.
A professora da Universidade, Lucília Lopes, explica que os interessados vão conhecer os assuntos que estão sendo discutidos em âmbito internacional. “Pretendemos divulgar a participação do projeto “Índios na Cidade” no Fórum Permanente de Assuntos Indígenas, ressaltar a importância da participação de brasileiros em um evento dessa dimensão e provocar o interesse por esse tema no espaço acadêmico”, afirma
O membro da Comissão Indígena e coordenador do projeto “Índios na Cidade”, da ONG Opção Brasil, Marcos Júlio Aguiar, conta que essa iniciativa existe há quase 10 anos e atua principalmente com índios da área urbana para que a sociedade local os reconheça como são. “Uma dificuldade é a visão preconceituosa de que o índio que mora na cidade não é mais índio. Dessa forma, eles ficam impossibilitados de mostrarem o seu jeito de ser”, explica.
O objetivo da Opção Brasil é oferecer apoio às comunidades mais carentes no seu desenvolvimento sócio-cultural, tendo a informação como principal ferramenta. Estruturada para trabalhar com universitários, a ONG cria oportunidades para que os jovens possam confrontar seus conhecimentos acadêmicos à realidade do país.
A 7ª edição Fórum Permanente traz neste ano o tema “Mudanças Climáticas, a diversidade biocultural e os meios de vida: a custódia pelos povos indígenas e novos rumos” e um dos sub-temas mais importantes, segundo Aguiar, é o “Indígenas na Cidade e a Migração”.
O evento contará com participação de três índios, dois universitários e um já formado, com objetivo de aproximar o dialogo com o público acadêmico e levantar questões do ABC paulista. O encontro é gratuito e aberto a toda comunidade. Os interessados devem confirmar presença com o Núcleo de Formação Cidadã, pelo telefone 4366-5968 ou e-mail lucilia.lopes@metodista.br.

Participantes.:
26 de março – Campus Vergueiro – Eurico Senna, da etnia Baniwa (estudante de Direito da PUC-SP) | Marcos Aguiar (membro da Comissão Indígena e coordenador do projeto “Índios na Cidade”) | Lucília Lopes (professora e assistente de coordenação do Núcleo de Formação Cidadã da Universidade Metodista de São Paulo) .
28 de março – Campus Rudge Ramos – Émerson de Sousa, da etnia Guarani (estudante de Ciências Sociais da Universidade Salesiana) | Rejane Aparecida, da etnia Pankararu (formada em Direito pela PUC-SP).

Fonte: Portal Fator Brasil
http://www.revistafator.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s