Memorial à Republica vai sediar Encontro com a Cultura Kariri-Xocó

Memorial à Republica vai sediar Encontro com a Cultura Kariri-Xocó

Evento que começa dia 14 , tem apóio da Secult e propõe o diálogo com tribos indígenas através de exposição de fotografia, exibição de vídeo e lançamento de livro.

Memorial à Republica vai sediar Encontro com a Cultura Kariri-Xocó

 

Nide Lins

 Alagoas abriga 11 nações indígenas, somando mais de 20 mil índios. Para conhecer mais e estreitar o contato com a cultura dos índios alagoanos, será realizado o Encontro com a Cultura Kariri-Xocó, evento que acontece de 14 a 19 deste mês, das 9h às 17h, no Memorial à República. O encontro é uma realização da Ong Thydewas com o patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura, Banco do Nordeste, Cultura Viva e Ministério da Cultura.

O Encontro com a Cultura Kariri-Xocó faz parte das comemorações do Dia do Índio, 19. A novidade do encontro é a participação direta dos índios da tribo Kariri-Xocó, de Porto Real do Colégio, que vão expor fotografias e exibir vídeos e artesanatos produzidos pelos próprios índios.

O visitante poderá conhecer, durante o encontro, os objetos típicos usados pelos 2.500 indígenas que vivem na comunidade e também a coleção de livros: Índios na Visão dos  Índios”. A inclusão digital também já chegou nas tribos através das ações realizadas pelo Ponto de Cultura  Índios On-line ( www.indiosonline.org.br).

No endereço www.indiosonline.org.br os índios são responsáveis em enviar suas próprias noticias, que vão desde a denúncia até a tradição cultural. Para o representante da ONG, Sebastián Gerlic, durante os seis dias, os indígenas vão estar presente para dialogar com o público. “O Encontro com a Cultura Kariri-Xocó será um encontro de cidadania. Queremos diminuir a distância entre as tribos indígenas e a população. Será também um espaço para os próprios índios contarem a sua história e sua vida hoje”, conta Sebastian.

Na sexta feira, 18, acontece o lançamento do vídeo documentário: “Toré = Som Sagrado” e do CD: “Kariri-Xocó Canta” e, no encerramento do evento, Dia do Índio, eles vão comemorar suas vitórias dançando Toré, no Memorial à República.

A Organização Não-Governamental Thydewas, nome que na língua Pankararu significa esperança da terra, foi criada em criada em 2002, e, além da atuação em Alagoas, está presente também em Pernambuco, Paraíba, Espírito Santo e Bahia.

A Thydewas já recebeu os prêmios Direitos Humanos 2007, da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, na categoria Igualdade Racial; Selo Cultura Viva, do Ministério da Cultura pelo projeto: Índios On-Line; Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade 2004, do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional, na categoria divulgação do patrimônio com o projeto: Índios na Visão dos Índios e o Prêmio Telemar de Inclusão Digital 2004, pelo Instituto Telemar, na categoria ONG do Nordeste.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (82) 9931-4361 (Sebastián Gerlic), e-mail ( sebastian.thydewas@gmail.com) ou no endereço eletrônico  www.indiosonline.org.br/a.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s